Quais os tributos melhor aplicáveis para pequenas e médias empresas?

Dicas
05.09.2016

De fato, a legislação tributária do nosso país tem suas complexidades e ,quanto melhor o pequeno e médio empresário compreender o regime de tributação, mais adequado para o ritmo financeiro da sua empresa e mais difícil será perder dinheiro por desconhecimento desse tipo de encargo. 

Existem três sistemas importantes quando o assunto é tributação para pequenas e médias empresas, sendo eles: 

Simples nacional: estão, nesse primeiro sistema tributário, algumas micro e pequenas empresas que faturam até 3,6 milhões de reais por ano. Esse regime é considerado menos burocrático por agrupar, em apenas um boleto, os principais impostos. 

Lucro Presumido: É voltado para empresas que faturam até 78 milhões de reais por ano. Essa é uma forma de tributação mais simplificada, com o intuito de determinar a base de cálculo do imposto de renda, bem como a Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido. 

Lucro real: Essa modalidade é optativa para as empresas que faturam até 78 milhões por ano e obrigatória para movimentações que excedem esse valor. O cálculo se dá sobre o lucro líquido do período de apuração e deve ocorrer quando a empresa toma conhecimento do seu lucro auferido para realizar a base de cálculo necessária. É um sistema interessante para empresas que faturam abaixo da faixa preestabelecida pela legislação do lucro presumido.

A Meireles e Freitas Advogados Associados conta com o serviço de Direito Tributário, onde auxilia o cliente sobre o diagnósticos de tributos pagos, defesas administrativas, crimes contra a ordem tributária, petições de indébito, dentre outros temas relacionados à área.